quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Máscaras


Ontem mascarei-me de sorriso, o que tu gostavas. Fiz de conta ser feliz.
Ontem mascarei-me de cor, a que te caracteriza. Preenchi o espaço vazio que deixas-te ao te apagar.
Ontem mascarei-me de vida, a que tu eras sem querer. Vivi, não sei o que fiz, não fui feliz.

1 comentário:

Redboy_72 disse...

Bonito.Gostei do poema.É bom saber que inda há gente que gosta de poesia tal como eu :)